sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

Uma doce mentira (fime)

Aaaaah, nada como um romance bem contato e cheio de desencontros para me deixar suspirando. Quando vejo um filme e gosto só pode ser por dois motivos: eu gostaria de ter pensado e escrito a história ou me apaixonei por algum ou alguns personagens e suas personalidades únicas e cheias de vida. Nesse filme eu me apaixonei pelos personagens Émile, Maddy e Jean entraram para minha listinha de personagens completamente encantadores. Fico pensando quantas pessoas são completamente encantadoras e não sabemos, acho que uma das regras para ser assim é não mostrar o seu encanto pra ninguém, o que na minha opinião é uma completa demonstração de egoísmo.

Voltando a falar do filme... já deu pra perceber que amei, mas a questão é que não é mais um romance clichê, a história se desenvolve de maneira engraçada, dramática, divertida e encantadora que começa com uma linda carta de amor anônima. Simplesmente lindo.

Sinopse:

Uma deliciosa comédia romântica que conta a história de uma cabeleireira Émile Dandrieux (Audrey Tautou), que recebe uma carta de amor anônima numa bela manhã de primavera. Sua primeira reação é jogá-la no lixo. mas ela vislumbra uma forma de ajudar sua mãe, Maddy (Nathalie Baye), uma mulher triste e amargurada desde a partida de seu ex-marido. Émile envia a carta para a mãe, sem saber que o autor é Jean (Sami Bouajila), seu tímido funcionário. Seu gesto desencadeará uma série de desentendimentos, criando situações hilariantes.