sexta-feira, 24 de abril de 2015

Introspecção e aflição


ATENÇÃO!

Instruções:

1 - Prepare um copo da sua bebida preferida;
2 - Prepare um assento confortável num lugar que lhe possibilite uma boa visão;
3 - Prepare sua consciência esvaziando-a;
4 - Ouça enquanto ler e sinta enquanto ouve.



---

Tenho, sinto, temo tudo aqui dentro.



Às vezes tenho medo de tudo o que sinto;

Às vezes sinto medo de tudo o que tenho;

Às vezes tenho em mim a incerteza de tudo o que sinto,

Mas teimo questionar a tudo aqui dentro:

O que temo eu, em tudo o que tenho?



Às vezes indago ser só, solidão;

Às vezes tenho só, a ligeira impressão;

Às vezes sinto só, uma grande aflição;

Por vezes temo só, perder de vez a razão.

Tenho, sinto, temo tudo aqui dentro em vão?




Às vezes adoção;

Às vezes indagação;

Às vezes sensação;

Às vezes tensão;

São?

Todas às vezes em vão!



Ayron Barsan

São Paulo, 11 de Fevereiro de 2015.